Em Manaus, aposentados e pensionistas iniciam aula de inglês

06/10/2017 09:13

Retomar os estudos da educação básica, iniciar o ensino médio e chegar ao curso de Direito, já com noção de uma segunda língua. Esse é o plano de vida para os próximos anos do pensionista João Costa Martins, 55, um dos alunos do curso de inglês que a Prefeitura de Manaus está oferendo a aposentados e pensionistas do município. O
módulo começou na quinta-feira, 05/10, e termina no dia 5 de dezembro.

Idealizado pela Manaus Previdência em parceria com a Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), o curso de inglês acontece nas dependências da previdência municipal, no bairro Chapada, às terças e quintas-feiras, de 8h30 às 10h30. São 20 vagas, todas preenchidas, mas com uma lista de espera, caso haja desistências.

Com o novo curso, sobe para cinco o número de atividades oferecidas pela previdência aos segurados inativos e pensionistas (ver quadro), com possibilidades de ampliar esse número em 2018. “Em alguns minutos de conversa, já surgiram várias sugestões para novos cursos. E é isso que desejamos de vocês: a participação efetiva e o
retorno das impressões de cada um para aperfeiçoarmos esse trabalho”, destacou o diretor-presidente da Manaus Previdência, Silvino Vieira, durante a abertura do curso.

A diretora do Departamento de Educação e Aperfeiçoamento da Espi, Jeânia Silva, adiantou que a instituição está planejando oferecer cursos voltados para os aposentados do município em 2018, devido o interesse desse grupo em adquirir novos conhecimentos, especialmente os voltados às peculiaridades da saúde do corpo e da
mente dos que já estão na terceira idade. “Já demonstraram interesse em curso sobre alimentação, por exemplo. Vamos ver as prioridades e nos esforçar para oferecer esse e muitos outros”, disse a diretora.

Em sua primeira experiência com uma turma formada somente por pessoas da terceira idade, a professora Keila Serra, da Espi, disse que as aulas partirão de um suporte básico, como vocabulário e pronomes, mas que esse conteúdo poderá ser alterado a partir da reação da turma. “É preciso ‘sentir’ as necessidades do grupo e adaptar, se necessário, a nossa programação de estudo, para que todos possam acompanhar”.

NOVOS HORIZONTES

Oriundo de Autazes, município amazonense distante 113 km de Manaus, em linha reta, o aluno João Martins iniciou a vida laborativa muito cedo, aos 10 anos. “Essa necessidade fez com que eu só conseguisse estudar até a 6ª série do fundamental”, narra. Com a responsabilidade de criar um filho de 9 anos, Martins diz que quer
aprender inglês para auxiliar o filho na escola e chegar à faculdade de Direito tendo uma base da língua inglesa, onde foca chegar após concluir o ensino fundamental e médio. “Esse é o meu sonho que começa aqui, no curso de inglês, e peço a Deus para prosseguir nessa caminhada”, enfatiza.

A convicção da persistência da turma é tamanha que uma das alunas, após as boas-vindas das equipes da previdência e da Espi, pediu que todos rezassem juntos a oração “Pai Nosso” como forma de solicitar bênçãos dos céus para a atividade que estava iniciando.
Martins é um dos 1.466 pensionistas da Manaus Previdência, que fechou setembro com a responsabilidade de pagamento de benefícios de 5.050 aposentadorias. Além do inglês, a autarquia oferece aos segurados aulas de ginástica, zumba, oficina da memória e
uma sessão de cinema por mês.

Os segurados que tiverem interesse em participar de alguma dessas atividades podem ligar para o call center da instituição – (92) 3186-8000 – de segunda a sexta, das
8h às 17h.

MANAUS PREVIDÊNCIA

Nossas atividades para o segurado, são:

Reportagem, Marcia Claudia Senna / Manaus Previdência