Município de Maués reduz índices do Aedes Aegypti em 6%

09/05/2017 19:09

Nos quatro primeiros meses de 2017, o município de Maués (a 253 Km de Manaus) reduziu em mais de 6% o número de residências infectadas pelo mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus em sua zona urbana, segundo o Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRAa), divulgado nesta terça-feira (9) pelo Ministério da Saúde.

No total, foram vistoriados pelos agentes de saúde no mês passado, 1.643 imóveis, dos quais 73 atestaram positivo para o Aedes.
Em alguns bairros, como o Santa Luzia e Usina São João, que registraram os maiores indicadores de imóveis com focos do mosquito em janeiro – 17,9% e 16,6% respectivamente –  superaram a média municipal e reduziram seus índices para 6,9% e nenhuma ocorrência no mais recente levantamento.

Ainda de acordo com a avaliação, a principal fonte de origem do Aedes Aegypti na zona urbana do município é o descarte irregular do lixo doméstico, que se não for bem embalado e fechado em sacolas apropriadas, pode acumular água em latas, entulhos e recipientes plásticos.

Pneus velhos e abandonados ocupam o segundo lugar entre os criadouros, seguido pelas caixas d’água não tampadas adequadamente e depósitos móveis (vasos e bebedouros de animais domésticos).

A redução nos focos do mosquito em quatro meses é resultante de uma política de saúde municipal que inclui desde a ampliação da coleta diária de resíduos, mutirões de limpeza, limpeza de córregos, raspagem do meio fio, além de ações sanitárias como a borrifação e aplicação de inseticidas nas áreas mais afetadas, além de campanhas educativas nas escolas e veículos de comunicação.

O prefeito de Maués, Junior Leite, destaca que apesar dos resultados, a meta da administração municipal é intensificar nestes últimos meses da temporada de chuvas, as campanhas junto à população. “Ainda tem muita chuva para cair e detectamos que boa parte dos focos encontrados está em áreas e terrenos baldios e abandonados nos quais é feito descarte irregular de resíduos. Vamos dobrar os turnos dos agentes de saúde e também as ações nas UBS”, acrescentou o prefeito.
Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Fotos:Reinaldo Santos