No Amazonas, deputado Luiz Castro lamenta propostas para PEC da Reforma Política na Câmara

24/08/2017 09:37

Comentando a votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma Política na Câmara dos Deputados, cuja votação mais uma vez foi adiada na noite de terça-feira (22), o deputado estadual Luiz Castro (REDE) lamentou o teor das propostas durante pronunciamento na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), desta quarta-feira (23). Segundo o parlamentar, embora o momento seja importante e decisivo em relação às regras que prevalecerão na próxima eleição geral no país, a sociedade está anestesiada.

Luiz Castro também afirmou que o nosso sistema político está sendo discutido por aqueles que não querem largar o poder, que são os atuais congressistas. Desta forma, se discute o distritão, o fundão e outras alternativas, mas todos só querem uma tábua de salvação eles próprios e não para o país.

“Estamos vivendo um momento de falta de percepção da realidade política e de intensidade das soluções fáceis, que não são simples, são simplistas”, disse ele.

De acordo com o líder da Rede, há manobrista no Senado que ganha mais do que um deputado estadual, cerca de R$ 25 mil por mês; e há também funcionários no Senado que ganham o dobrou ou o triplo do presidente da República ou do Supremo Tribunal Federal (STF). “O teto salarial é para inglês ver. Com milhões de desempregados no Brasil, o teto salarial não é respeitado. Os supersalários são um insulto ao povo brasileiro. Há castas no serviço público brasileiro. Os funcionários públicos ganham pouco, enquanto os senhores de castas ganham muito”, argumentou.

Para Luiz Castro, os políticos brasileiros precisam em primeiro lugar aceitar sacrifícios, se expor a regras que podem não favorecê-los, para que possam favorecer ao país. Em segundo lugar, aceitar ter prejuízo pessoal, inclusive financeiro, e não apenas lucro pessoal. E em terceiro lugar, abdicar dos interesses pessoais não pecuniários, em favor dos interesses coletivos.

Com informações e imagem: Assessoria de Imprensa/Deputado Estadual Luiz Castro  (REDE)

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )