Concurso Defensoria Amazonas: Saiu o Edital com 60 vagas e salário de até R$ 6 mil

23/10/2017 08:52

A Fundação Carlos Chagas, FCC, publicou na última sexta-feira, 20 de outubro, o edital do concurso da Defensoria Pública do estado do Amazonas.

São ofertadas 60 vagas imediatas para cargos em nível de formação médio e superior. O período de inscrições para o concurso começam no dia 30 de outubro e vai até o dia 27 de novembro.

As provas só acontecem no dia 4 de fevereiro de 2018.

Para se inscrever nesta oportunidade é preciso acessar o site da banca organizadora, a FCC, no período informado e pagar a taxa que varia de R$ 90,00 para os cargos de nível superior e R$ 70,00 para os candidatos que vão fazer as provas de nível médio.

Nível Superior
Jurídica – 21 vagas – R$ 6.000,00
Psicologia – 1 vaga – R$ 5.220,70
Serviço Social – 2 vagas – R$ 5.220,70
Administração – 1 vaga – R$ 4.819,10
Biblioteconomia – 1 vaga – R$ 4.819,10
Ciências Contábeis – 1 vaga – R$ 4.819,10
Engenharia Civil – 1 vaga – R$ 4.819,10
Analista de Sistemas – 1 vaga – R$ 4.819,10
Analista de Banco de Dados – 1 vaga – R$ 4.819,10

Nível Médio e Técnico
Técnico Administrativo – 21 vagas – R$ 3.531,95
Técnico de Agrimensura – 1 vaga – R$ 3.531,95
Técnico de Suporte (TI) – 5 vagas – R$ 3.400,00
Programador – 3 vagas – R$ 3.400,00

O Edital de Abertura regulamentará a inscrição, participação e nomeação, pelo sistema de reserva de vagas, para as pessoas com deficiência, reservando-se o percentual de 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas para cada cargo, e das vagas que forem supridas durante o prazo de vigência do concurso.

Distribuição das vagas do Concurso Defensoria Amazonas

As vagas serão abertas para os municípios de Parintins, Tefé, Tabatinga, Humaitá e Itacoatiara, além da capital. O órgão informou ainda que as vagas para o interior são para suprir a demanda nas unidades-polo da Defensoria Pública, que serão instaladas nos municípios do interior do Amazonas.

As fases do concurso

1ª Fase – Prova Objetiva (todos os cargos)
2ª FaseProva Dissertativa – Estudo de caso (apenas para analista)

A prova objetiva, Primeira Fase do concurso, de caráter classificatório e eliminatório, conterá 60 questões, sendo aplicada a todos os candidatos, e compreenderá a formulação de questões objetivas e de múltipla escolha, consoante previsão do Edital.

– 20 questões de Conhecimentos Gerais
– 40 questões de Conhecimentos Específicos

A prova discursiva, Segunda Fase do concurso, de caráter classificatório e eliminatório, e aplicável apenas aos candidatos ao cargo de analista, contemplará estudos de casos, com conhecimentos específicos para o exercício do cargo e sua especialidade.

Conheça a Defensoria AM

Prevista no art. 134 da Constituição Federal, a Defensoria Pública é instituição essencial à função jurisdicional do Estado, cabendo-lhe a orientação jurídica e a defesa dos necessitados em todos os graus de jurisdição.

Com a nova ordem constitucional que se instalou no Brasil a partir de 1988, novos desafios foram lançados ao Poder Judiciário, antes limitado à solução de conflitos individuais de natureza privada. Para atender tais mudanças, e em razão da natureza inercial própria do Poder Judiciário, tornava-se necessário a criação de mecanismos aptos a provocar os órgãos jurisdicionais.

Previu a Constituição Federal, então, o que se chama de “funções essenciais à justiça”, que são as instituições aptas à provocação da jurisdição.

Edital: Edital Concurso DPE AM

Com informações:Estratégia Concursos

 

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Foto: Reprodução/Internet