Educação financeira nas escolas atinge 86 mil crianças e jovens no Brasil

04/11/2017 09:14

Em 2017, 86 mil crianças e jovens foram educados financeiramente em salas de aula de todo o Brasil. De acordo com o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros, Reinaldo Domingos, que também é educador e terapeuta, estas informações sobre educação financeira não se restringem apenas aos alunos. Os professores são capacitados para dominar e então disseminar o tema e os pais dos alunos também são convidados para assistirem palestras e ter acesso a cursos online gratuitos.

“A gente tem o professor em sala de aula, que são capacitados por uma equipe pedagógica e temos agora um programa para os pais, para também empoderá-los, colocá-los em um domínio pleno da educação financeira, algo também que os pais não receberam quando criança.”

Segundo Reinaldo Domingos, há quem pense que crianças de 4, 5, 6 anos não tem o discernimento para lidar com finanças, o que não é verdade, pois elas reconhecem o dinheiro como um meio para realizar os sonhos dela.

“A criança precisa sempre ter duas frentes com o dinheiro: de um lado os sonhos, os desejos dela, a gente vai estimular estes desejos e estes sonhos, e, de outro lado, vai ter o consumo. As crianças vão aprender que é preciso sempre guardar uma parte para os sonhos e desejos dela, quando a gente está lá com o dinheiro para balas, sorvetes, chocolates, ela tem que entender que parte daquele dinheiro já deve ser guardado em um cofrinho. Não para guardar dinheiro, mas, principalmente, para guardar o sonho dentro do cofrinho.”

A DSOP Educação Financeira tem um programa chamado Descobrir, dedicado para o Ensino Infantil, para faixa etária de 2 a 5 anos; um programa chamado Explorar, oferecido para o Ensino Fundamental um, para faixa etária de 6 a 10 anos; tem um programa chamado Expandir, que é indicado para o Ensino Fundamental dois, para jovens de 11 a 14 anos; e o Programa Construir, que é dedicado aos alunos do Ensino Médio, que tem entre 15 a 18 anos.

De acordo com a 1ª Pesquisa de Educação Financeira nas Escolas, 100% das crianças e jovens que recebem educação financeira na escola participam das discussões relacionadas às finanças da família em casa. Ela também aponta que a grande maioria, ou seja, 71% dos alunos que têm aulas sobre o tema nas escolas ajudam os pais a fazerem compras conscientes. A pesquisa foi realizada com pais ou responsáveis de cinco capitais brasileiras, Recife, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiânia e Vitória.

Com informações e reportagem, Cintia Moreira da Agência do Rádio

 

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas ) 

Foto:Divulgação/Agência do Rádio