Em Manaus, alunos de 23 escolas estaduais participam de mostra sobre educação para um trânsito seguro

17/11/2017 17:47

Com o objetivo de demonstrar as experiências proveitosas no campo da educação para um trânsito seguro, aproximadamente 150 alunos de escolas estaduais estiveram reunidos na manhã desta sexta-feira (17/11), no auditório do Centro de Formação Profissional Pe. José Anchieta (Cepan), na rua Waldomiro Lustoza, Japiim 2, zona sul de Manaus.

A Mostra de Práticas Exitosas do Projeto Fetran e Jovem Multiplicador contou com a apresentação de 23 escolas da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc). Em seu segundo ano consecutivo, a secretaria estadual, por meio da Gerência de Programas, Projetos e Atendimento ao Escolar (Geppae) organizou o evento, cujo tema de 2017 foi: “Transformando Atitudes para Salvar Vidas”.

O diretor do Departamento de Gestão Escolar (Degesc), Júlio César Meireles, explica que o Fetran é uma ação de extrema relevância. “Tivemos a participação de diversas escolas. Alguns trabalhos foram selecionados para apresentação aqui no palco, outros estão em exposição no hall do Cepan”, explicou Júlio César. O diretor acredita que está sendo plantada uma semente em uma nova geração, que daqui um tempo poderá contribuir para a construção de uma sociedade melhor.

Parcerias – O evento marcou a presença de parceiros como a Polícia Rodoviária Federal (PRF), que falou sobre a importância do Projeto Vida no Trânsito. “É importantíssima à parceria com a Seduc, porque a gente pode passar experiência, incentivar, orientar os alunos para que eles desenvolvam atividades envolvendo o trânsito do cotidiano”, disse o superintendente da PRF, Paulo Ricardo Nascimento.

Da mesma forma, a representante do o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), Delnandina Monteiro Martins, também destacou que nada seria possível sem as parcerias. “Temos que dizer que nada disso seria possível, caso não houvesse as parcerias. Nós temos um objetivo principal: reduzir os níveis de acidentes e fatalidades”, afirmou Delnandin, que confirmou a continuidade da parceria para o ano de 2018.

Para Maria Fernanda Barbosa, 17, aluna da Escola Estadual Presidente Castelo Branco, a mostra cultural é um aprendizado que leva para a vida. “Possui bastante influência, pois a gente aprende coisas que levamos pra vida. A gente pode ensinar para nossos familiares como é que eles devem se comportar no trânsito”, disse Fernanda, que apresentou com outros alunos da mesma escola uma peça teatral com o tema “Gentileza, uma vida de mão dupla”.

O evento encerrou com apresentação de exposição de trabalhos como vídeos, maquetes, músicas, cartazes e poesias. A Mostra contou com parcerias da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) e Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran).

Com informações da SEDUC-AM 

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Fotos: Lucas Abrcassis/SEDUC-AM