Pesquisadores têm até 31 de maio para se inscreverem no Prêmio Pemberton da Coca-Cola Brasil

08/05/2015 10:44

premioPermbertonAs inscrições para a 4ª edição do Prêmio Pemberton, promovido pela Coca-Cola Brasil, terminam em 31 de maio. Criada em 2008, a premiação, que leva o nome do criador da bebida mais famosa do mundo, tem como objetivo incentivar o desenvolvimento de pesquisas científicas com foco no estilo de vida saudável, além de reconhecer o trabalho de pesquisadores de todo o país com atuação na área de Saúde.  Os inscritos concorrem ao prêmio de R$ 110 mil, e também a uma inscrição em um congresso internacional na área de saúde para os primeiros colocados, e um congresso nacional para os segundos e terceiros lugares. As inscrições podem ser feitas no site premiopemberton.com.br.

Os pesquisadores poderão inscrever trabalhos em duas categorias: Pesquisa Básica e Pesquisa Aplicada. Além de premiar os três melhores trabalhos científicos nas áreas de Medicina, Educação Física, Nutrição, Biologia, Engenharia de Alimentos e disciplinas afins, as instituições das duas pesquisas vencedoras também são contempladas. O resultado será divulgado em 25 de agosto, no Congresso da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição (SBAN), em São Paulo.

A edição 2014/2015 do Prêmio Pemberton conta mais uma vez com o apoio da SBAN, da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso) e da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

Homenagem

John Stith Pemberton, que dá nome ao prêmio científico da Coca-Cola Brasil, criou a Coca-Cola em 1886 como um tônico revigorante, que proporcionava bem-estar. O cientista dedicou sua carreira à busca de inovações nos campos médicos, químico e farmacêutico.

Comitê Científico

Márcia Mobaier – presidente do Conselho Científico e diretora de Assuntos Regulatórios e de Meio Ambiente da Coca-Cola Brasil.

Silvia Maria Franciscato Cozzolino – presidente do Conselho Regional de Nutrição-3 (SP-MS).

Mário Kehdi Carra – presidente do conselho diretor da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso).

Carlos Alberto Nogueira de Almeida – diretor do Departamento de Nutrologia Pediátrica da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).

Ivani Credídio Trombetta – diretora do Departamento de Educação Física da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp).

Sobre Coca-Cola Brasil

O Sistema Coca-Cola Brasil é o maior produtor de bebidas não alcoólicas do país e atua em sete segmentos – águas, chás, refrigerantes, néctares, energéticos, bebidas esportivas e lácteos – com uma linha de mais de 125 produtos, entre sabores regulares e versões de baixa caloria. Composto por 10 grupos parceiros de fabricantes, o Sistema emprega diretamente 66 mil funcionários, gerando cerca de 600 mil empregos indiretos. Em 2015, o total investido na operação no Brasil será de R$ 2,7 bilhões, reforçando a continuidade do compromisso da Coca-Cola Brasil com o país: entre 2012 e 2016, terão sido investidos R$ 14,1 bilhões, valor 50% superior ao dos cinco anos anteriores. O Sistema Coca-Cola Brasil está empenhado em incentivar iniciativas que apoiem um estilo de vida ativo e saudável e que melhorem o desenvolvimento econômico e social das comunidades em que opera. Para isso, conta com uma plataforma de valor compartilhado, o Coletivo Coca-Cola, que já impactou a vida de mais de 100 mil pessoas por meio de toda a cadeia de valor da empresa.

Sobre o Grupo Simões

Com sede em Manaus, o grupo é fabricante e distribuidor de Coca-Cola e distribuidor dos produtos Heineken Brasil, além de possuir duas marcas próprias: a água mineral Belágua e o guaraná regional Tuchaua. O Grupo ocupa 42% do território nacional, com quatro fábricas de bebidas espalhadas nos Estados da Região Norte, exceto Tocantins. O Grupo Simões atua, ainda, no segmento de veículos, com três concessionárias, na capital amazonense. E no segmento de Gás Carbônico com fábricas em Manaus, Belém e Porto Velho.

Com informações: Três Comunicação e Marketing

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Foto: Divulgação