Em Novo Aripuanã (AM), empresário e político Dailson Corrêa fala sobre eleição suplementar

02/02/2018 12:17

O município de Novo Aripuanã (AM) terá eleições suplementares no próximo domingo, dia 4 de fevereiro, para prefeito e vice-prefeito. O pleito está sendo disputado por dois candidatos um do PMDB e outro do PSDB.

O Portal Gazeta Do Amazonas entrevistou na manhã desta sexta-feira (02/02), o aripuanense Dailson Corrêa (PRP) que falou sobre a eleição suplementar em seu município. Ele é empresário e político, seu reduto eleitoral está no município de Novo Airão, onde já foi vice-prefeito. Na área empresarial tem negócios em alguns municípios do interior do Amazonas e na cidade de Manaus.

ENTREVISTA COM DAILSON CORRÊA

Gazeta Do Amazonas: Entre os dois candidatos Junior Peixotinho (PMDB) e Jocione Souza (PSDB), quem o senhor apoia nessa eleição suplementar?

Dailson Corrêa: O candidato Peixotinho reúne todas as características para ser o prefeito de Novo Aripuanã que tomará as rédeas do rumo do crescimento econômico e da democratização da gestão pública a serviço da sociedade aripuanense.

Peixotinho será o mais novo prefeito da história política de Novo Aripuanã no próximo domingo, com apenas 36 anos. É jovem e saberá conduzir com responsabilidade a administração da prefeitura.

Gazeta Do Amazonas: Como o senhor ver a candidatura do Jocione Souza adversário político do candidato Junior Peixotinho?

Dailson Corrêa: A candidatura de Jocione Souza para prefeito de Novo Aripuanã é na verdade um caminho natural nesse processo eleitoral, isso se chama democracia. Mas, não posso me omitir em fazer uma crítica como conhecedor de causa. “Não se pode governar um povo com falácias recheado com discurso ultrapassado, essa história de dizer em palanque político que é ”ficha limpa” não convence o eleitorado de Novo Aripuanã, o povo quer saber quais as medidas viáveis que serão tomadas para resolver os problemas vividos pelas famílias que dependem  do setor primário, da economia e da geração de emprego e renda no município”.

Gazeta Do Amazonas: Qual a sua opinião sobre o apoio do prefeito de Novo Airão para com a candidatura de Jocione Souza?

Dailson Corrêa: Eu estava em viagem semana passada, e soube por intermédio da minha assessoria que o prefeito cassado de Novo Airão, Wilton Santos (PSDB) esteve na sexta-feira (26) em Novo Aripuanã. Até aí não vejo problema algum, mas, quando tomo conhecimento que Jocione Souza aceitou em caminhar de mãos dadas com maior “ficha suja” de Novo Airão.

Sinceramente em minha opinião Jocione perdeu o discurso da ética e da moralidade política que prega em campanha. “O Wilton Santos não tem moral pública e nem decência para atacar gratuitamente os adversários políticos sejam dele ou não”. Se ele próprio é um político “ficha suja”, é só fazer uma pesquisa na internet que constará essa triste realidade.

Gazeta Do Amazonas: Quais suas considerações finais?

Dailson Corrêa: Primeiramente agradecer a oportunidade concedida pela imprensa do meu estado para expor a respeito da eleição suplementar em Novo Aripuanã, minha terra natal, agradecer ao TRE-AM, Ministério Público  Eleitoral e o TSE em fazerem jus à Justiça Eleitoral em Novo Aripuanã.

O voto nas urnas é intocável, não será às práticas diversas de corrupção eleitoral que vai obstruir o direito dos eleitores aripuanenses de escolherem o próximo prefeito e vice. Peço a Deus que ilumine os eleitores do meu município. No  próximo domingo, 4 de fevereiro, é o Dia do Eleitor e não o dia do candidato, que essa verdade esteja na mente e no coração daqueles que pretendem promover neste dia atos de corrupção eleitoral em Novo Aripuanã.

O Eleitor e a Democracia merecem respeito, concluiu Dailson Corrêa.
Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas

Foto: Divulgação