Em passeio com alunos no Parque do Mindu prefeito de Manaus ganha obra de arte

13/01/2018 17:44

Um encontro de arte, de juventude e de meio ambiente. O Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e a primeira-dama Elisabeth Valeiko, receberam na última sexta-feira, 12/1, no Parque do Mindu, alunos do projeto Encantarte da Escola Municipal Antônio Matias Fernandes, situado no bairro da União, zona Centro-Sul. As alunas July e Cíntia, acompanhadas das professoras Darcilene e Cecy, presentearam o prefeito e a primeira-dama com um quadro produzido por alunos do projeto, representando a vida de camponeses da França, tendo como inspiração o pintor francês Jean-François Millet.

“Fiquei muito grato pelo presente e encantado com os excelentes resultados que a escola vem obtendo no campo das artes, seja na pintura, na dança e em outras atividades”, destacou o prefeito.

Ele aproveitou para convidar o grupo para conhecer melhor o parque em um passeio pelas trilhas até chegar ao mirante que dá acesso ao igarapé do Mindu. Em meio ao passeio, Arthur explicou a origem do parque que nasceu durante o seu primeiro mandato como prefeito de Manaus, ocasião em que ele retirou a área das mãos de um conhecido grileiro da cidade e criou o espaço de preservação que hoje se constitui no principal parque da capital.

“Foi uma luta muito grande, mas o principal é que impedimos que esse patrimônio fosse destruído”, afirmou o prefeito que contou que tem sonhos e projetos para o parque. Arthur destacou ainda que no ano passado o Parque do Mindu recebeu mais de 130 mil visitantes. “E foram apenas 22 mil em 2012. Avançamos muito e ainda temos muito o que conquistar”, destacou o prefeito, que reforçou o convite para que a população visite ainda mais o local.

Na ocasião, Arthur Neto também falou sobre o projeto Navega Mindu que tem como meta recuperar o igarapé e sua navegabilidade integrando-o ao Plano de Mobilidade de Manaus.

“Eu já conhecia o parque, mas fiquei muito feliz em vir mais adentro e chegar até aqui no mirante”, disse July. “Eu gostei muito e até já me apresentei com um grupo de dança aqui no parque. O espaço é muito bom”, reforçou Cíntia.

“Foi um casamento perfeito porque trouxemos um quadro que representa a vida camponesa e esse cenário de floresta está bem dentro do espírito que os alunos quiseram retratar, de simplicidade, singeleza e comunhão com a natureza”, disse a professora Darcilene Lamego.

O grupo saiu do parque com um convite do prefeito Arthur Neto para uma visita à nascente do Mindu, onde é realizada uma série de trabalhos de preservação.

Reportagem, Jacira Oliveira / Semcom

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas)

Foto: Mário Oliveira / Semcom