FEBRE AMARELA: Uma doença silenciosa que pode levar à morte

14/03/2018 09:34

O estado da Bahia continua a vacinação contra a febre amarela nas cidades de Salvador, Camaçari, Candeias, Itaparica, Lauro de Freitas, Mata de São João, São Francisco do Conde e Vera Cruz. Mesmo com o término da campanha, o estoque de vacinas continua à disposição daqueles que ainda não se protegeram contra a doença. A coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, Ana Goretti, explica como o vírus da febre amarela é transmitido para humanos.

“A febre amarela é uma doença febril aguda causada por um arbovírus do gênero flabovírus, que é transmitida ao homem e aos primatas não humanos, que são os macacos, por meio da picada de mosquitos infectados. Isso pode ter um impacto importante na saúde pública do nosso país.”

Mesmo com a mobilização, ainda falta vacinar um milhão e setecentas mil pessoas na Bahia. Segundo Ana Goretti, a febre amarela é uma doença silenciosa. Geralmente, as pessoas infectadas não percebem que estão com a doença, ou sentem apenas os sintomas mais leves e não associam com a febre amarela.

“A febre amarela é uma doença que, muitas vezes, a pessoa pode ter e passar despercebida. Ou, então, só ter os sintomas mais leves. Dor, mal-estar, dor de cabeça, vômitos. E pode também evoluir para a questão que a gente chama de comprometimento hepático, com a mucosa ficando amarela, com o comprometimento de outros órgãos e chegar inclusive à morte.”

Segundo o Ministério da Saúde, a meta da campanha é imunizar 95% da população dos municípios que participam da mobilização. Na Bahia, um milhão e oitocentas mil de pessoas foram vacinadas, o que corresponde a 55% da meta. Até o dia seis de março, 35 casos suspeitos de febre amarela foram registrados no estado. Dez estão sob análise e 25 já foram descartados. Então, não deixe para depois! Procure a unidade de saúde mais próxima e se previna. Vale lembrar que é preciso levar documento oficial com foto e o cartão de vacina para ser vacinado contra a febre amarela. Para mais informações, acesse saude.gov.br/febreamarela.

Com informações: Agência do Rádio

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas

Foto: Divulgação