Instituto Sabin inaugura terceira ludoteca em Manaus

04/04/2018 15:46

 

Os números sobre violência física, sexual e psicológica contra crianças adolescentes não param de crescer no Brasil e em Manaus a situação não é diferente. Para ajudar no combate a essa triste realidade, o Instituto Sabin inaugura, no próximo dia 11 de abril, às 11h, a sua terceira ludoteca na capital amazonense.

O espaço, que visa contribuir no acompanhamento dessas vítimas, será instalado no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), localizado na avenida General Rodrigo Otávio, Parque Lagoa do Japiim, zona sul. O trabalho é uma parceria com a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos.

Assim como as anteriores, a nova ludoteca de Manaus está equipada com vários objetos que compõe o universo infantil, como jogos, brinquedos, livros e outros materiais psicopedagógicos que irão auxiliar no trabalho dos profissionais da área junto ao público infatojuvenil vitimado pela violência.

De acordo com gerente executivo do Instituto Sabin, Fábio Deboni, a implantação de novas ludotecas ajuda, cada vez mais, a reparar danos sociais e psicológicos sofridos por crianças e adolescentes. “Os resultados obtidos por meio das atividades realizadas nas ludotecas são muito gratificantes. O ambiente lúdico, com profissionais capacitados, transmite ao menor uma sensação de segurança e tranquilidade. Isso faz com que ele se sinta à vontade para falar sobre a violência sofrida”, destaca Deboni.

Desde a criação do projeto, em 2008, o Instituto Sabin já realizou mais de 40 mil atendimentos nesses espaços. O Projeto Ludotecas conta, atualmente, com duas unidades instaladas em Manaus, além de mais 81 espalhadas por cidades de diversos estados do Brasil.

Dados no Amazonas

Mais de 2,5 mil casos de violência contra menores foram registrados no Amazonas em 2017. Deste total, 1.778 estão relacionados a violência física e psicológica e 771 a abuso e exploração sexual.

Segundo a Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), no ano passado, o estupro de vulnerável foi um dos crimes mais registrados, alcançando a marca de 511 casos, seguido da exploração sexual com 77 registros.

Ainda de acordo com a Depca, entre as vítimas mais comuns estão crianças e adolescentes do sexo feminino, na faixa etária entre 12 a 15 anos. Ao menos 692 denúncias foram feitas por esse público.

Além desses crimes, o Amazonas também registra um alto índice de casos relacionados ao trabalho de crianças. Em todo o Estado, foram denunciadas 324 situações de exploração da mão de obra infantil. O levantamento mostra que a maioria dos casos ocorreu na capital, além dos municípios de Manacapuru e Tefé.

SERVIÇO:

O quê: Inauguração da Ludoteca Creas Sul I Manaus

Quando: quarta-feira, 11 de abril de 2018, às 11h

Onde: Parque Lagoa do Japiim, localizado na avenida General Rodrigo Otávio – Manaus.

Com informações: Repercussão Comunicação & Marketing 

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas

Foto: Divulgação/Semcom