Seduc lança campanha ‘Janeiro Branco’ e discute a importância de refletir sobre a saúde mental entre os servidores

17/01/2018 09:08

Sensibilizar os servidores quanto à importância de refletir, debater e planejar ações em prol da saúde mental. Com esse objetivo, a Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) deu início, na manhã desta terça-feira (16/1), a campanha “Janeiro Branco”.

A abertura do evento, cujo tema é ‘Quem cuida da mente, cuida da vida’, foi realizada no Centro de Educação Profissional Padre José de Anchieta (Cepan), localizado na avenida Waldomiro Lustoza, no bairro Japiim, zona sul de Manaus. O evento contou com a participação de gestores, coordenadores, assessores pedagógicos e demais servidores lotados na sede da secretaria e foi transmitido aos servidores do interior, via Centro de Mídias de Educação.

De acordo com uma das coordenadoras da campanha na Seduc e gerente de Promoção e Valorização do Servidor, Marilene Remígio, a ação também será estendida aos servidores que atuam nas coordenadorias distritais (capital) e regionais (interior) de educação.

“Estamos buscando [com a campanha] fazer com que pessoas possam pensar um pouco sobre a saúde mental. Temos um número de professores e servidores com afastamento por problemas mentais e a secretaria está preocupada com esse público”, explicou Remígio, acrescentando que os servidores contarão com palestras e oficinas de sensibilização acerca da temática desenvolvida na campanha.

Saúde do professor – A representante do Fórum Amazonense de Saúde Mental, Rosângela Aufiero, foi uma das palestrantes do evento. Em sua palestra, ela explicou sobre as situações que podem afetar a saúde mental do servidor, especialmente dos professores.

“O meu trabalho, que vou abordar, é quanto à saúde do professor e a precariedade nesse processo, o quanto esse professor está submetido ao adoecimento, dependendo das condições que estão no entorno dele e o que ele pode fazer para reverter um pouco isso”, explicou Rosângela.

Durante a abertura do evento, a coordenadora da campanha em Manaus, Simone Coelho, destacou ainda que a ação está relacionada com a prevenção do bem estar físico e mental.

“A campanha visa a compreensão sobre a saúde mental, que não está relacionado somente com quem toma remédio. É a prevenção da saúde mental, a empatia, é o nosso bem estar físico e mental, entender que o branco representa um página que você pode colorir como quiser, da melhor maneira possível”, destacou a coordenadora.

Importância – Orlando Moura, que é gestor da escola estadual de Tempo Integral Djalma Batista, compareceu ao evento e contou que os esclarecimentos são bastante válidos para que o servidor enfrente situações diversas no dia a dia.

“A gente acha muito importante [essa ação], porque o professor, o gestor, na verdade todos nós que fazemos a educação na escola, estamos sempre envolvidos em muitas situações, com muitos problemas e não tem como a gente não acabar se envolvendo de uma forma que acaba nos prejudicando. Então, uma campanha como essa, um esclarecimento como esse, é muito importante para que saibamos lidar com as situações que iremos encontrar pela frente, quais são os nossos limites”, comentou o gestor.

Com informações: Seduc-AM

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas

Fotos: Eduardo Cavalcanti