Advogado Euler Carneiro é preso em Manaus pela Polícia Civil do Amazonas por vazar informações sigilosas a narcotraficantes no Amazonas

15/06/2020 15:22Comentários desativados em Advogado Euler Carneiro é preso em Manaus pela Polícia Civil do Amazonas por vazar informações sigilosas a narcotraficantes no Amazonas

Por Portal Gazeta do Amazonas

 

MANAUS – A Polícia Civil do Amazonas deflagrou, na manhã desta segunda-feira (15/06), a Operação SPY que tem por finalidade a apuração dos indícios de venda de informações sigilosas de inquéritos da Policia Civil para narcotraficantes por valores que alcançavam o montante de R$ 40 mil, segundo afirmou o delegado Rafael Allemand em entrevista coletiva à imprensa.

Na operação foram presos o advogado Euler Barreto Carneiro e o estagiário de Direito da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (AFEAM)

De acordo com as investigações da Polícia Civil do Amazonas, “eles acessavam de forma clandestina os processos, pegavam informações que estava com sigilo judicial, identificavam os alvos dessas operações, entravam em contato com esses alvos e depois passavam todo o andar das investigações em troca de uma contraprestação”, disse o delgado Allemand.

MANACAPURU

Advogado Euler Carneiro chegou na cidade de Manacapuru, começou atuar na área de advocacia, passou a ser oposição do atual prefeito daquele município visando as próximas eleições municipais 2020. Ele demonstrava sede em querer  alcançar o poder a qualquer custo, achando ele que teria no futuro breve a Prefeitura ou Câmara Municipal e logo ingressou no grupo político de um ex-prefeito para consolidar suas pretensões politicas na terra das cirandas.

CRIME DE CALÚNIA

O advogado Euler Carneiro responde processos criminais praticados contra pessoas e políticos de Manacapuru. Em setembro de 2019, ele foi condenado há oito meses e 13 dias de detenção por praticar o crime de calúnia contra o empresário José Maria Câmara de Oliveira, conhecido como José Maria Bastos. Euler Carneiro é advogado há 16 anos.

 

Portal Gazeta do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta do Amazonas )

Foto: Reprodução do Facebook

Os comentários estão fechados