Pesquisa da EAS Consultoria aponta coronel Menezes com 5,1% das intenções de votos nas eleições municipais

16/09/2020 07:20Comentários desativados em Pesquisa da EAS Consultoria aponta coronel Menezes com 5,1% das intenções de votos nas eleições municipais

Por Portal Gazeta do Amazonas

A pesquisa elaborada pelo EAS Consultoria e Estatística aponta o coronel Menezes com 5,1% das intenções de votos para prefeito de Manaus pelo Patriota. O levantamento foi feito entre os dias 10, 11, 12 e 13 de setembro com 1.200 entrevistados e foi registrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Para Menezes, que lançou a pré-candidatura em junho e realiza sua convenção partidária, nesta quarta-feira, 16/09, o crescimento na pesquisa demonstra a confiabilidade e o reconhecimento da população em aceitá-lo como pré-candidato e ratificar que terão uma pessoa comprometida com a causa pública e que não estará atrelada a má política.

“Este resultado mostra que estamos no caminho certo. Saímos do zero e chegamos a este percentual. Vamos continuar seguindo com nosso planejamento. A sociedade irá conhecer, hoje, nosso vice que só irá agregar ao projeto do Patriota. Iremos continuar nossa caminhada, percorrendo as áreas urbana e rural de Manaus, conversando, olhando olho no olho das pessoas pois estamos sendo muito bem recebidos. Vamos apresentar uma proposta real que atenda a demanda da sociedade, ou seja, levarmos esperança, falando a verdade para fazermos a diferença”, finalizou Menezes.

Conheça o coronel Menezes

O pré-candidato à Prefeitura de Manaus pelo partido Patriota, coronel de reserva do Exército Brasileiro Alfredo Alexandre de Menezes Júnior, o Menezão, é cidadão manauara, cristão, nasceu e morou por dez anos no bairro Cachoeirinha, Zona Sul, e a partir de 1974 mudou com os pais para o Alvorada, Zona Oeste, conhecido como “Cidade das Palhas”, naquela época.

Casado há 32 anos com a contadora Edilene Menezes. O casal tem duas filhas: Débora, 26, e Rebeca, 20. O coronel vem de uma família humilde, com pouco estudo, mas que proporcionou a ele uma educação de qualidade. “Passei no concurso e estudei no Colégio Militar de Manaus (CMM), recém inaugurado, onde fiz muitos amigos. Fui convidado para estudar na Academia Militar das Agulhas Negras (AMAM), onde cursei Arma de Engenharia”, comentou.
Em 30 anos que passou no Exército, conquistou com muito esforço e disciplina os postos altos do Exército. Teve a oportunidade de fazer cursos universitários como Administração, Logística e Planejamento, e de combatente como Paraquedismo Militar, Mestre de Salto, Piloto de Helicóptero na Marinha, e nos Exército Brasileiro e Estados Unidos, Combate e Guerra na Selva pelo CIGS.

Menezes é habilitado pelo Exército nos idiomas Inglês, Francês, Espanhol e Italiano. Em Manaus, serviu no Comando Militar da Amazônia (CMA) e na 12ª Região Militar, nas áreas de planejamento, operações e logística.
O pré-candidato foi aluno da Escola Superior de Guerra (ESG) e Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (ECEME). Foi professor da AMAM por quatro anos. Teve a oportunidade de servir na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, e Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington, ambos nos Estados Unidos, também na África, Equador e Peru.

“Comandei a primeira unidade da área de logística do Exército na Amazônia. Realizei o curso especial Alto Estudo de Políticas Estratégicas na ESG, que me deu uma ampla visão do Brasil. Migrei para a iniciativa privada, em 2010, onde gerenciei uma instituição financeira e, mais recentemente, a Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa)”, concluiu.

 

Portal Gazeta do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta do Amazonas )

Foto: Divulgação

Os comentários estão fechados