Defender os profissionais da educação também é meu comprimisso, diz Alessandra Campêlo

29/04/2015 10:52Comentários desativados em Defender os profissionais da educação também é meu comprimisso, diz Alessandra Campêlo

 

REUNIÃO - ALESSANDRA - MARCUS LIBÓRIO - DAVID ALMEIDA - by Jimmy Christian

Em defesa dos trabalhadores, a deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB) é uma das intermediadoras da retomada das negociações da data-base dos profissionais da Educação com o Governo. Nesta terça-feira, 28 de abril, na Assembleia Legislativa, Alessandra se reuniu com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas (Sinteam), professor Marcus Libório, e o deputado David Almeida (PSD), líder do Governo na Casa, que também assumiu o compromisso de intermediar uma reunião entre sindicato e o governador José Melo (Pros).

“O meu compromisso é defender os trabalhadores, pois meu mandato está a serviço do povo do Amazonas. Vamos intermediar a negociação da data-base dos profissionais da Educação com o Governo. Da mesma forma, também lutaremos por melhores salários para os servidores da Saúde e da Segurança Pública, como policiais civis e militares”, afirma Alessandra Campêlo.

IMPASSE

Libório disse que a negociação com o governo iniciou no dia 24 de março. José Melo pediu para o sindicato aguardar até o início de abril para ver como seria a arrecadação do Estado e retomar as conversas no dia 8 deste mês ainda. Remarcou para o dia 15 e depois cancelou. Na última sexta-feira, dia 24, os trabalhadores foram surpreendidos com o anúncio do governador de que não haverá reajuste para os servidores do Estado.

O deputado David Almeida afirmou que a arrecadação do estado “apresentou melhora nos primeiros 20 dias de abril”. “A tendência é que a economia volte a crescer”, disse, acrescentando que ainda hoje conversaria com o José Melo para retomar as conversas com o Sinteam.

O sindicato prepara um ato público para esta quinta-feira, dia 30, em frente à sede do Governo para pressionar o chefe do Executivo a retomar as negociações. “Temos pauta diferenciada e verba própria da Educação. Ele precisa mostrar os números e retomar a conversa com a Educação, que ainda não acabou. A reunião de sexta passada (onde Melo fez o anúncio) não foi negociação. Consideramos um desrespeito com a Educação a forma como foi conduzido esse anúncio”, afirmou Marcus Libório.

Com informações: Assessoria de Comunicação – Deputada Alessandra Campêlo

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Foto: Jimmy Christian

Os comentários estão fechados