Professores da Prefeitura de Manaus fazem ação para melhorar aprendizagem de crianças na alfabetização

11 de setembro de 2021 06:46

Por Emerson Santos / Semed

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), realizou, nesta sexta-feira, 10/9, o “Alfasul: inovar para ensinar”, destinado aos professores da educação infantil das escolas municipais, que fazem parte da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Sul. O evento, que teve como intuito melhorar a aprendizagem das crianças que estão na fase de alfabetização, ocorreu no Centro Cultural Palácio Rio Negro, Centro.

A ação promoveu vivências voltadas ao desenvolvimento prático das habilidades de leitura e escrita no processo de ensino e aprendizagem das crianças, além de momentos de estudo vislumbrando a Política Nacional de Alfabetização e o Currículo da Semed com o foco na ampliação de práticas alfabetizadoras.

Carla Soares, assessora pedagógica da Educação Infantil da DDZ Sul, disse que a ação foi dividida por etapas.

“O primeiro momento foi com os gestores das escolas, onde procuramos incentivá-los a serem um agente motivador das práticas inovadoras. Hoje estamos contemplando os professores do 2º período da educação infantil, para que estejam tendo essa visão de desenvolver práticas que possam ser vivenciadas com seus alunos, criando o hábito de leitura da educação infantil”, explicou.

O último dia de atividade contou com dinâmicas, brincadeiras, uso de músicas, além de interatividade entre os professores e da mediadora da ação, a mestre em educação Ana Marques, que falou sobre a importância de se trabalhar a lateralidade das crianças.

“Primeiro a criança tem que ter domínio de esquerda e direita para, a partir daí, desenvolver a noção de lateralidade, que é saber o que está na esquerda e direita, dependendo da posição que está. Isso é importante trabalhar com as crianças também”, explicou.

Para Lana Queiroz, professora do Centro Municipal de Educação Infantil (Cmei) Maria de Mattias, localizado no bairro São Geraldo, o momento serviu para enriquecer o fazer pedagógico dos educadores do 2º período da educação infantil.

“A atividade nos dará mais subsídio, para desenvolvermos a questão da leitura, que é muito importante para ser trabalhada desde a educação infantil, no sentido do letramento. Ou seja, a criança não só decodificar o que está lendo, mas compreender, tirar as suas conclusões, questionar. Então, esse momento será um marco, porque fizemos vivências diferentes, relacionando estratégias pedagógicas de alfabetização, para a educação infantil“, disse.

Portal Gazeta do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta do Amazonas )

Foto: Eliton Santos / Semed