Falso Black Friday: CRMV-AM alerta para serviços veterinários não autorizados e de profissionais impostores

24 de novembro de 2021 11:10

Por Portal Gazeta do Amazonas

MANAUS – O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Amazonas (CRMV-AM) aproveita a semana da Black Friday para alertar a população a respeito das promoções de castração de animais e atendimentos gratuitos de médicos-veterinários e de profissionais impostores.

Conforme o Código de Ética dos Médicos-Veterinários, Resolução n° 1138/2016, é vedado aos mesmos divulgação dos preços dos seus serviços em qualquer meio de comunicação de massa; eles não devem oferecer e nem permitir que seus serviços sejam oferecidos como prêmio de qualquer natureza; não podem divulgar seus serviços como gratuitos ou com valores promocionais; entre outros.

Foi o que ocorreu no último domingo (21), conta o fiscal do CRMV-AM, Bruno Corrêa, em que o Conselho recebeu uma denúncia de um evento irregular que seria realizado em um condomínio, no bairro Parque das Laranjeiras.

No anúncio informava uma ação veterinária com vacinação em cães e gatos, consulta veterinária, entre outros. O evento era organizado por uma clínica veterinária, no qual a proprietária não seria, de fato, médica-veterinária e o Conselho não havia sido devidamente informado.

“Além da denúncia desse evento, uma médica-veterinária fez outra denúncia no Conselho informando que teve o nome usado irregularmente para a compra das vacinas que seriam utilizadas nesse evento”, conta o fiscal Bruno.

O fiscal ainda explicou que no dia do evento, que seria no domingo, ele e o vice-presidente do CRMV-AM, José Augusto Omena, foram ao condomínio averiguar a denúncia, porém a ação foi cancelada de última hora e quando chegaram ao local, não havia nada lá.

“Acreditamos que a organizadora tenha sido informada que a fiscalização iria no evento e, por isso, cancelou. Porém, o vice-presidente conversou com o síndico do condomínio e alertou que a mulher não é médica-veterinária e o evento não tinha autorização para ocorrer”, explicou Corrêa.

O CRMV-AM reforça a importância da população tomar cuidado com essas ofertas de serviços veterinários e sempre buscar consultar o registro desses profissionais junto ao Conselho e verificar se, de fato, eles são médicos-veterinários.

 

Portal Gazeta do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta do Amazonas )

Foto: Divulgação / CRMV-AM