Phael Azevedo: mudanças na carreira, lições aprendidas e apostas em visual para 2022

24 de novembro de 2021 17:47

Por Thamiris Vieira

Ir em busca de uma carreira e no caminho, almejar outra. Desse jeito, aconteceu com Phael Azevedo, atualmente cabeleireiro em seu próprio salão, que fica no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Mas, até chegar onde está e, por sinal, com imensa satisfação, o rapaz cursava Educação Física e tudo o que viveu, ao deixar a graduação, serviu como base para a sua atual profissão.

 No trabalho, a esposa, Vanessa, se integra ao ramo da beleza, o que motivou Phael a tentar novos desafios e seguir os passos dela. “Comecei com cortes de cabelo e com química, especificamente, com mechas, colorimetria. Fiquei um bom tempo na praia da Barra. Hoje, aqui. Sou muito grato! Ela (Vanessa) me impulsionou!

 Se o assunto for a escolha pela beleza masculina, declara que veio graças a sua vaidade. “Eu queria ter um espaço em que pudesse zelar ou ter profissionais que cuidassem dos homens, assim como na feminina: sempre com muito respeito, carinho e dedicação, e claro, com os melhores produtos que eles podem usar, seja na barba, nos cabelos, e até mesmo, na pele.

 A pandemia pegou a todos de surpresa. E com Phael, não foi diferente. “Sobreviver, foi muito difícil, pois tivemos que economizar dinheiro para nossas prioridades. Infelizmente, não recebemos ajuda, apoio para o que precisávamos. Chegamos a vender imóvel. Graças a Deus, agora, conseguimos continuar. Depois que as lojas abriram, voltamos com tudo! Fizemos um bom marketing via internet e deu tudo certo!”.

Houve reinvenção? 

Nos reinventamos ao trocar a estratégia de lugar. Trabalhávamos no shopping, no Downtown, e aí, adquirimos um salão na praia do Recreio, em um ponto mais nobre, com mais movimento, entre dois restaurantes bem conhecidos e ao contorno de vários hotéis.

Lições na pandemia?  

O que mais aprendemos se trata da necessidade de não viver só entre eu e a minha esposa, sobre o salão de beleza. Agregamos mais serviços como barbearia, a área de estética, de maquiagem, o que não tínhamos e a pandemia, nos ajudou a descobrir.

Ano novo…. cabelo novo!!! Quais penteados aposta para 2022?

São muito próprios! Mas, vou muito nos mais leves, com cabelos mais longos, na altura de testas, olhos, jogado, formato europeu com muito degradê nas laterais, bem inteirado, contornos atenuados, franja maior. É um tipo de processo de cabelo que eu apostaria para esse ano.

Portal Gazeta do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta do Amazonas )

Foto: Divulgação