O Natal como esperança de um novo tempo. Depende de nós!

20 de dezembro de 2021 23:49

Por Coronel Menezes – Veterano do Exército Brasileiro

Minhas filhas, Débora e Rebeca, minha esposa Edilene, conseguem me dar a exata noção de como ser PAI é maravilhoso, a existência delas representa uma homenagem diária que recebo.(Coronel Menezes)

Esta semana o mundo celebra o Natal, a data representa o nascimento de Jesus Cristo. É um momento de reflexão, dia que se faz um balanço geral de tudo que aconteceu durante o ano, lembranças positivas e também as negativas. Vem a nossa cabeça um filme sobre a vida, uma retrospectiva da nossa trajetória.

O ano de 2021, requer algumas considerações importantes, foi um período de perdas severas, lutas intensas até pela nossa sobrevivência. Todos nós perdemos algum familiar ou alguém mais próximo. A pandemia deixou marcas profundas em milhares de famílias que enfrentaram com altivez e dignidade a dor de perder um ente querido para uma doença que até hoje navega pelo caminho do desconhecido.

Este Natal será diferente, ele marca a retomada da normalidade da vida, da permissão para que todos possamos conviver sem distanciamento, tirar as nossas máscaras para poder beijar nossos familiares e amigos, dar aquele abraço afetuoso que nós estivemos proibidos de fazer no ano anterior. Será certamente uma explosão de sentimentos, uma mistura de alegria, saudade, agradecimento e celebração pela nossa vida, pela possibilidade de lembrarmos do que ficou para trás e olharmos a perspectiva do que podemos fazer no futuro.

Caminhamos para desafios importantes em 2022, esse ano de 2021 foi de muita luta. Mesmo com todas as nossas dificuldades e limitações, tivemos a oportunidade de levar nossa mensagem para as pessoas do nosso estado, visitamos praticamente todo o Amazonas semeando palavras de carinho, fé e esperança. Dissemos que todos juntos podemos construir um projeto diferente. Estamos demonstrando, na prática, que é possível melhorar a vida das pessoas através da política, basta ter boas intenções, amor ao próximo e vontade de querer fazer e praticar o bem, isso sem importar a quem.

Levamos o nosso sorriso, apertamos as mãos e a cada olhar sincero havia um pedido de socorro que nós com humildade e respeito conseguimos entender, era como um grito pela libertação desta dependência injusta que durante anos de descaso dos nossos governantes impuseram ao homem do interior a desesperança, eles querem oportunidades, emprego e renda, inclusão social.

O Brasil em 2022 viverá outro momento, o país está vacinado, o governo federal do presidente Bolsonaro comprou vacina para todos os brasileiros, os governos estaduais e municipais fizeram a sua parte, demonstraram ser possível trabalhar acima dos interesses pessoais e pensar coletivamente no bem-estar das pessoas, talvez seja essa a maior lição que aprendemos diante de tantas dificuldades, o país teve solidariedade para vencer esse grande desafio. Na vacinação ele demonstrou ser “gigante pela sua própria natureza”.

Que Deus possa continuar nos abençoando, que o nosso Natal seja de paz, equilíbrio e muita luz, porque o fato de estarmos vivos representa a esperança que a vida será muito melhor no futuro e nós temos uma missão pela frente.

Um feliz Natal a todos!

Selva!

Portal Gazeta do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta do Amazonas )

Foto: Arquivo Pessoal do Coronel Menezes