Deputado Bi Garcia critica demissão de mais de mil funcionários da prefeitura de Parintins, no AM

3 de setembro de 2015 12:40

BI GARCIA PSDBMANAUS – O deputado estadual, Bi Garcia (PSDB), criticou na manhã desta quarta-feira (2), durante o pequeno expediente no Plenário Ruy Araújo, a demissão de mais de mil funcionários da prefeitura de Parintins.

Segundo o parlamentar, as demissões foram feitas pelo prefeito do município, Alexandre da Carbrás (PSD), na última segunda-feira (31), alegando ser uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) e Ministério Público do Trabalho (MPT-AM).

“O prefeito lamentavelmente foi a Câmara de Vereadores de Parintins anunciar as demissões de mais de mil trabalhadores, seguindo uma recomendação do TCE e MPT, de uma multa em descumprimento de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) de 2003, do ex-prefeito Enéas Gonçalves (PV). Este termo determinava a retirada dos temporários e a contratação de profissionais escolhidos em processo seletivo ou em concurso público”.

Conforme Bi Garcia, em 2005, quando assumiu a prefeitura foi ao MPT negociar a não demissão dos temporários. Além disso, o deputado explicou que em 2003, quando era vice-prefeito foi o responsável pela realização do concurso público em Parintins.

“Depois da negociação com o MPT, chamamos todos os concursados de 2003 e empossamos mais de 300 funcionários em 2005, quando me tornei prefeito. Retornei ao MPT, para suspender a multa do TAC assinado pelo antigo prefeito. Fizemos outro concurso com 890 vagas. Um mês após a realização da prova, chamamos todos os concursados e não precisamos fazer essa grande massa de demissão que está acontecendo em Parintins hoje”, comentou o parlamentar.

O parlamentar disse ainda que um terceiro concurso chegou a ser organizado, mas o Tribunal de Contas o suspendeu.

 “Voltamos ao MPT e TCE, negociamos com os dois órgãos e preparamos o terceiro concurso, mas chegamos ao fim do meu mandato e não o realizamos porque foi suspenso pelo TCE. Depois de dois anos e oito meses de mandato deste prefeito, ele não realizou nenhum concurso. Agora, ele está sendo penalizado, porque não busca entendimento, não tem responsabilidade com o povo parintinense. Já basta uma economia quebrada, o alto índice de desemprego, o endividamento, saúde esfacelada, buracos e lixos nas ruas”.

Bi Garcia finalizou informando que com as demissões muitos setores serão afetados, inclusive o aeroporto do município, já que metade dos bombeiros da brigada de incêndio foi dispensada.

“Nós trabalhamos para elevar a categoria do aeroporto de Parintins, contratamos a brigada de incêndio com mais de 20 bombeiros, chamamos a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) que aprovou a elevação. Agora, metade dos bombeiros foi demitida. Isso quer dizer que amanhã a Anac pode ir lá e penalizar o município, e suspendendo os vôos de Boeings da Azul e da MAP, devido o aeroporto não estar equipado com sua brigada de incêndio. Então fica aqui minha solidariedade e repúdio as famílias dos funcionários que foram demitidos e que vão aguardar meses e meses para a realização de um concurso, se sair, para voltarem ao mercado de trabalho”, concluiu.

Com informações e foto: Assessoria de Imprensa Deputado Bi Garcia-PSDB/AM

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )