ESPORTE: Com reinauguração de Gilbertão, futebol amazonense ganha o quinto estádio para competições profissionais

13 de junho de 2015 14:00

HER_64861-500x333MANACAPURU – O governador do Amazonas, José Melo, reinaugurou na última sexta-feira, 12 de junho, o estádio Governador Gilberto Mestrinho, o Gilbertão, em Manacapuru (a 84 quilômetros de Manaus). Com a liberação do complexo para jogos, a infraestrutura esportiva do Estado ganha o quinto estádio preparado para receber competições de futebol profissionais.

O Gilbertão foi aberto com dois amistosos e uma grande festa da torcida organizada do Princesa do Solimões, time de Manacapuru. Os jogos foram entre as seleções da Liga de Manacapuru sub-19 e do Princesa do Solimões Juniores. A outra entre os times de futebol feminino Desportivo e Portugal. José Melo assistiu parte da partida na arquibancada, ao lado de torcedores. “O futebol-arte merece um estádio deste porte. Um estádio muito importante para a construção da cidadania de muita gente. Manacapuru merece. A cidade é um dos municípios que sempre esteve na ponta do futebol. É enorme a alegria de vir aqui e inaugurar”, disse o governador.

Com capacidade de público para 15 mil pessoas, o complexo futebolístico passou por obras de reforma interna e externa realizadas pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra). O investimento foi da ordem de R$ 3,1 milhões. Os trabalhos foram iniciados na gestão do ex-governador, o agora senador Omar Aziz.

Construído em 1986, o Gilbertão passou por ampla revitalização e estará apto a receber jogos do Campeonato Amazonense e de outras competições locais e regionais. Além do novo estacionamento, o estádio ganhou novo sistema de iluminação e vai poder realizar partidas à noite, uma novidade.

O Gilbertão é o quinto estádio da estrutura oferecida pelo Governo do Estado para a realização de competições esportivas. Ano passado, foram inaugurados a Arena da Amazônia, o Estádio Ismael Benigno (a Colina) e o estádio Carlos Zamith, no Coroado. Além disso, foi feita a reforma do estádio Floro de Mendonça, em Itacoatiara, que também está disponível para receber os eventos do futebol profissional.

Para o governador, a ampliação da oferta de infraestrutura esportiva é um importante incentivo para o futebol profissional. Melo adiantou que vai determinar o estudo sobre a viabilidade de incluir o Gilbertão na estrutura de Centros Oficiais de Treinamento para os jogos olímpicos. Manaus vai receber seis jogos das seleções de futebol, ano que vem, durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Reforma – A empresa contratada para a obra foi a Vale do Rio Verde Construções Ltda. Os serviços incluíram a demolição e recuperação de calçadas, instalação de caixa d’água e plantio de novo gramado em toda a extensão do campo.

Houve, ainda, reformas nas arquibancadas, tribunas, vestiários, iluminação, banheiros e lanchonetes, cabines de rádio, reforma do estacionamento e drenagem do campo. Antes da drenagem, o estádio deixava de receber partidas em períodos de chuva por conta da dificuldade de escoamento da água. Além disso, o estádio teve os portões reformados e ganhou nova pintura.

História – O estádio Gilbertão, como é conhecido pela população de Manacapuru, tem as cores vermelho e branco e foi inaugurado no dia 9 de novembro de 1986 com a presença do então governador Gilberto Mestrinho, e do prefeito de Manaus, à época Amazonino Armando Mendes, e de Manacapuru, Paulo Freire.

O nome do estádio é uma homenagem ao ex-governador Gilberto Mestrinho, falecido em 2009. A obra custou na época 35 milhões de Cruzados, e teve jogo inaugural entre as equipes do Nacional e a Seleção de Manacapuru. A partida terminou empatada, com um gol para cada time.

O mando de campo no estádio é das duas equipes de futebol profissional de Manacapuru, o Princesa do Solimões Esporte Clube e o Operário Esporte Clube.

Com informações Agecom

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Foto: Herick Pereira/Secom