Vaticano confirma que Madre Teresa de Calcutá será canonizada

18 de dezembro de 2015 16:50

MADRE_1Papa Francisco nesta tarde de sexta-feira (18) assinou o decreto que autoriza a canonização da Madre Teresa de Calcutá, que vai para o altar como o mês sagrado de setembro, o jornal católico “Avvenire”, relatou hoje.

O jornal disse que a canonização da Beata Teresa de Calcutá será publicado em fevereiro próximo, durante o consistório ordinário, e para ser feito um santo em 4 de Setembro, 2016, no âmbito do Ano Santo extraordinário da Misericórdia.

Sua canonização ocorre depois que a Igreja Católica aprovou por unanimidade a “cura extraordinária” de um brasileiro em 2008 que era doente terminal por problemas cerebrais graves.

O suposto milagre ocorrido em dezembro do mesmo ano, quando o paciente, e em coma, era para ser operado, embora a cirurgia problemas técnicos teve de ser adiado por meia hora.

Ao voltar para a sala de cirurgia, como ele se relaciona, “Avvenire”, o médico para sentar-se assintomático, o paciente acordado, plenamente consciente foi encontrado e se perguntando por que ele estava lá.

O médico explicou durante o estudo deste alegado milagre que ele não tenha visto “Nunca um caso como este”, e todos os pacientes tratados semelhantes ele tinha em sua carreira 17 anos havia morrido.

A análise posterior do paciente revelou cura da patologia cerebral em um curto espaço de tempo e sem sequelas, assim que o homem e foi capaz de retomar a sua vida e obra.

A prova testemunhal durante este estudo evento informou que pessoas próximas ao paciente muito orou a Madre Teresa, abençoado da esposa do paciente é especialmente dedicada.

O estudo deste milagre começou em junho deste ano na diocese brasileira de Santos e com a aprovação do papa vai acabar um processo que já foi beatificad em 2003, durante o pontificado de João Paulo II.

Madre Teresa, cujo nome era Agnes Gonxha Bojaxhiu, nasceu em 20 de agosto de 1910 em Skopje, capital da atual República da Macedónia, que então pertencia à Albânia.

Durante sua vida, ele fundou a Ordem das Missionárias da Caridade e era conhecido por seu zelo para com os pobres e desfavorecidos, por isso tornou-se agraciado com o Prêmio Nobel da Paz em 1979.

Seu funeral em Calcutá em 05 de setembro de 1997 foi um evento nacional na Índia e milhões de pessoas pobres acompanhou seu corpo através das ruas da cidade e do funeral também teve a participação de chefes de Estado e governos de todo o mundo.

O caminho para a santidade tem várias etapas.

madre_teresa_de_calcuta

A primeira é que o papa reconheceu as virtudes heróicas de uma pessoa que passa a ser considerado “Venerável Servo de Deus”.

Os passos sucessivos são beatificação e canonização.

Para um venerável ser beatificado é necessário que um milagre ocorreu devido a sua intercessão e de ser canonizado, santificado, você precisa de um segundo milagre, que deve ocorrer depois de ser beatificado.

Com informações El Herado

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Fotos: Divulgação