Agentes de endemias do Amazonas elegem diretoria sindical nesta sexta-feira (11)

10 de dezembro de 2015 18:57

BANNER SINDAGENTES 55x60

MANAUS -Sem representatividade há dois anos e envoltos em polêmicas como o atraso no pagamento do vale alimentação e em demissões consideradas arbitrárias, os agentes de endemias do Amazonas irão eleger nesta sexta-feira, dia 11, os seus representantes legais para o Sindicato dos Trabalhadores em Controle e Combate a Endemias no Estado do Amazonas (SindAgente).

A eleição ocorrerá durante Assembléia Geral, no Sindicato dos Metalúrgicos (Av. Duque de Caxias, 958 – Praça 14),marcada para às 14h na primeira chamada e às 14h30 na segunda e última chamada.

Duas chapas concorrem oficialmente ao pleito, a chapa 01 “SindAgente – essa luta eu abraço” e a chapa 02 “Juntos somos mais fortes”. Encabeçada pelo agente de endemia, Jeanderson da Costa Paiva, que há 15 anos atua na área, a chapa 01 pretende lutar pelo Piso Nacional de Salário para a categoria; pagamento da indenização de R$ 2 mil, por ano trabalhado antes da efetivação – acertado com o Governo Braga na época; e pelo retorno de 320 agentes de endemias demitidos pelo Governo do Estado – mesmo estando amparados por Decreto Federal; entre outros.

Aumento de casos de dengue – Para os agentes a demissão dos chamados mata-mosquitos, de alguma forma tem refletido nos casos de dengue e zika vírus no Amazonas. “A importância do trabalho dos agentes de controle e combate a endemias se vê, principalmente, neste momento em que o país vive uma epidemia de dengue e Zika Vírus porque somos nós que atuamos na linha de ponta”, ressaltou Jeanderson  Paiva.

De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), o Amazonas já conta com 19 casos suspeitos de Zika vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti. Entre os casos suspeitos estão duas gestantes.

Reportagem,Odineia Araújo

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas )

Foto:Divulgação

Tags: