DEMISSÃO:Jorrnalista critica governador do Amazonas e é mandado embora por afiliada da Rede Globo

6 de janeiro de 2017 08:52

MANAUS – O jornalista Clayton Pascarelli, âncora do “Bom Dia Amazônia”, da Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo na região norte do país, foi demitido na última quarta-feira (4) depois de criticar o governador do Amazonas José Melo (PROS) durante o telejornal “Bom Dia Amazônia”. A emissora exibiu o VT da entrevista coletiva concedida por José Melo. Na volta aos estúdios o jornalista fez um comentário de poucas palavras. “Esperar o que deste governo”, disse o âncora.

O site Blasting News publicou que o comentário teria sido o motivo para que o profissional, que estava havia 11 anos na emissora, fosse mandado embora. O anúncio da #Demissão foi feito pelo próprio jornalista, em suas redes sociais.

“Amigos, a partir desta quarta, 4 de janeiro de 2017, não faço mais parte do grupo Rede Amazônica. Foram 11 anos de trajetória neste lugar que sempre tive como a minha casa”, postou Pascarelli.

“Comecei como estagiário, virei produtor, fui promovido a repórter, me tornei apresentador. Desenvolvi projetos em prol das pessoas que gostam do meu trabalho. Foi aqui que me firmei como jornalista e construí um nome”, disse o jornalista, que é um dos principais nomes da imprensa do norte do país.

“Agradeço imensamente a todos os meus superiores, principalmente aos doutores Milton Cordeiro e Phelippe Daou pela isenção, credibilidade e liberdade que me deram. Sem contar o aprendizado destes anos todos. É vida que segue e eu mando notícias! Obrigado aos amigos de todo lugar do Brasil pelas mensagens. Deus sabe o que é melhor para a gente. Abração”, finalizou.

A publicação foi curtidas por 70 mil pessoas em menos de 48 horas, com 14 mil compartilhamentos e 14 mil comentários.

“Parabéns mesmo pelo comentário! Espero que outra emissora que não tenha o ‘rabo preso’ com essa porcaria de governo lhe contrate. É isso, os honestos morrem e quem assume são os desonestos, que dependem desses podres que estão no poder. Que Deus honre você. Vai dar tudo certo”, postou um seguidor do jornalista.

“Os Coronéis que mandam nessa cidade sempre irão existir, não vivemos num país livre de expressão isso tudo e balela, enquanto a lava jato não chegar com força nessa cidade, serão sempre eles que mandarão aqui”, comentou outro seguidor.

A direção da Rede Amazônica não comentou a demissão do profissional. Em sua página oficial no Facebook, a emissora foi alvo dos internautas. Em várias postagens havia críticas à demissão de Pescarelli.

Com informações: Associação Brasileira de Imprensa  (ABI)

Portal Gazeta Do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta Do Amazonas

Foto:Reprodução/Facebook