TCE-AM retoma expediente presencial de forma parcial e com medidas rígidas de segurança e proteção

05/06/2020 12:29

Por Portal Gazeta do Amazonas

MANAUS – Onze setores do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) retomaram parcialmente as atividades presenciais, na quarta-feira (3/6), sob rígido controle de acesso e respeitando todas as regras sanitárias estabelecidas pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Os atendimentos externo continuam suspensos. O público externo pode falar com o Tribunal por meio dos Whatsapps (92) 984638467 (robô Jarvis) e 98815-1000 (Denúncias/Ouvidoria-geral) ou por e-mails. Documentos podem ser enviados pelo endereço protocolodigital@tce.am.gov.br.

Na entrada da Corte de Contas, todos os servidores e colaboradores tiveram suas temperaturas aferidas com termômetros infravermelhos, para controle de acesso. Além do crachá, a máscara ganhou status de item obrigatório para circulação no Tribunal.

Nas dependências do Tribunal foram distribuídos, ainda, três totens com recipientes de álcool em gel e orientações para o seu uso constante. Um total de 22 recipientes com álcool em gel distribuídos pelos corredores de acesso e demais áreas de acesso comum, além de disponibilizados álcool para as salas.

Serviços de dedetização e sanitização também foram realizados em todas as dependências do TCE-AM, por determinação do conselheiro-presidente, Mario de Mello.

O TCE-AM segue aguardando novos estudos, acerca dos casos de Covid-19 no Amazonas, que possam garantir a segurança de seus servidores e colaboradores de forma plena para o retorno completo das atividades presenciais.

Colaboradores foram testados para COVID

Com o apoio da RBDiagonósticos, os servidores do TCE-AM estão sendo submetidos ao teste de detecção de anticorpos para o novo coronavírus (SARS-COV-2). A medida foi implementada pela Secretaria Geral de Administração, por Diretoria de Saúde (Disau), atendendo a uma determinação da Presidência da Corte de Contes.

“Queremos garantir que os servidores do TCE estejam seguros para retomarmos os trabalhos presenciais. Nesse contexto, estamos aferindo a temperatura, realizando testes, disponibilizando álcool em gel e delimitando os espaços físicos para garantir o distanciamento mínimo entre os servidores. Desta forma, contribuímos para a não propagação da covid-19”, disse o presidente do Tribunal, conselheiro Mario de Mello.

Elevadores e corredores de acesso estão sendo sinalizados com o distanciamento mínimo de 1,5m. Além disso, cada setor está permitido a contar, presencialmente, no máximo, com oito servidores por dia de trabalho. O chefe do setor é responsável pela escala dos servidores, sendo desautorizado o retorno daqueles considerados grupo de risco.

A permanência na Corte de Contas está permitida até às 14h, com jornada máxima de trabalho de quatro horas para os setores estabelecidos. Também está proibido o consumo e a entrega de alimentos.

Os setores da Corte de Contas que voltaram às atividades de forma presencial foram Gabinete da Presidência, Secretaria-Geral de Administração (Seger), Secretaria de Tecnologia da Informação (Setin), Diretoria Orçamentária e Financeira (Diorfi), Diretoria de Recursos Humanos (DRH), Diretoria Jurídica (Dijur), Diretoria de Controle Interno (Dicoi), Diretoria de Assistência Militar (Diam), Diretoria de Comunicação Social (Dicom), Departamento de Autuação, Estrutura e Distribuição Pessoal (Deap) e a Comissão Permanente de Licitação (CPL).

Reportagem, Lucas Silva/TCE-AM

Portal Gazeta do Amazonas (Reprodução autorizada mediante citação do Portal Gazeta do Amazonas )

Fotos: Divulgação